sexta-feira, setembro 01, 2006

Será que estou a ficar consciente, ou simplesmente a ficar velho?Ou outra coisa qualquer?

Deparei-me a pensar, no tão pouco instrutiva são as noite passadas na "night"... tão pouco instrutiva é a bebida, e de tão pouco valor tudo o que se vai repetindo na noite, noite após noite, mesmo que se mude o local... os bebâdos, as conversas parvas. O dia seguinte. A ressaca. A falta de produtividade. A má disposição. O dia já a meio.

Teve a sua piada. Foi aproveitado. Continuo a gostar mesmo sabendo que pouco se aprende... divertimento por divertimento? Sensação de liberdade? Existem tantas outras formas de diversão, tantas formas de observar, acho que sair é bom, mas não tem de ser obrigação semanal como quase o tem sido nos últimos tempos. E se é obrigação, ou vício, fica despojado da sua essência, e passa a ser só mais um consumo. E ser consumista é ser tão vazio. Tão instável.

Bom dia!
Gustavo

1 comentário:

Astronauta disse...

Boa Tarde!

As noites/noitadas, são consumo, palavras e expressões corporais... Acredito que são locais de busca de algo, de qualquer coisa que nos faz falta e que esperamos poder encontrar quando saímos... Pode ser inconsciente o acto, pode ate ser consciente... mas certamente, mesmo que não aconteç algo de novo, vale a pena!
Sair-mos do nosso casulo (casa, pc, livros, escola...) vale sempre a pena... somos feitos de tudo isso... alcool, amizades antigas e recentes...

Tudo vale a pena quando a alma não é pequena! E nós, seres humanos, pensamos te-la muito grande! E por isso te dou os parabéns, tu páras, reflectes e pensas...

Abraço deste teu leitor!